Posts

Pais devem cobrar postura e não desempenho do filho vestibulando

Pais devem cobrar postura e não desempenho do filho vestibulando

Ao ter contato com todo o universo de matérias e provas de vestibular, os pais, muitas vezes, se veem perdidos e até impotentes, sem saber a melhor forma de impulsionar o desempenho do filho vestibulando. Nesse sentido, a ansiedade de querer ajudar e entender o que se passa no dia a dia pode acabar prejudicando a preparação do estudante e tornando a rotina de toda a família mais tensa.

Segundo o coordenador do Anglo Vestibulares, Daniel Perry, a maior queixa dos estudantes em relação à família durante esse período de preparação para as provas é o fato de os pais não entenderem ao certo a rotina de estudos. Assim, acabam pensando que o filho está se aprofundando demais (ou de menos).

Para que o aluno tenha um bom desempenho nas provas, Perry afirma que a proximidade e o apoio dos pais são fundamentais, desde que não sufoque o filho. “Não se deve cobrar desempenho, mas postura. Os pais devem estar atentos e estimular uma postura de estudo. Comparecer às aulas, ter uma rotina de estudos, isso é importante”, afirma o coordenador.

Os pais precisam compreender ainda que existem altos e baixos na vida do vestibulando. “É um ano difícil e, por isso, é normal ter dias de melhores rendimentos e outros nem tão produtivos”, ressalta Perry. Diante disso, o coordenador afirma que é importante não fazer comparações do filho com o irmão mais velho, primo, ou outros parentes e amigos. “Cada um tem uma trajetória diferente e equipará-la com a de outras pessoas pode deixar o estudante mais ansioso”, completa.